Agbook

ESPELHOS DE SOL

ROMANCE

Por: CABRAL VERÍSSIMO

Espelho de sol é um romance (novela) composto de ficção e de realismo: Suas ações cênicas transbordam emocionante sentimentalismo (de conflitos amorosos e sociais).

Ainda que não tenha registrado todas as ações de cada personagem em suas cenas; observei com todo o cuidado: movimentos, eloquências, risos e lágrimas.

Algumas cenas não estão discriminadas com exatidão: os locais, roupas, horários e clima atmosféricos (e quantidade de figurantes). Esses mistérios eu deixei no proscênio e no script.

Mas tenho por certo que nesse imenso palco feito de páginas você sentirá a beleza expressa... procurei caminhar de maneira pacífica para lhe deixar uma rica essência de criatividade com significados bem originais.

No decorrer da leitura você observará certos enriquecimentos que fiz de trechos em trechos, com poemas, contos, anúncios de jornais, filosofias e letras musicais (inspirados nos próprios personagens), que são coadjuvantes capitulares.

Neste romance, Fábio e Bruna Maria são os personagens principais. Neles está todo o desenrolar da história.

Ambos entram em situação difícil por dois motivos: gasto exagerado pela produtora de filmes. Segundo: dar a total direção da Fazenda Bruna Maria nas mãos de Afonso Rosa Mendes.

Afonso é o mordomo que aparece na casa de Bruna qual um cordeirinho precisando de emprego. Porém, não foi por um acaso; porque ele já sabia há anos que ela era sua filha! Mas é impedido de aproximar-se devido a ameaças de morte que lhe são impostas por parte de Paulo Garcia, o novo marido de sua mulher (Carmem B. Garcia).

Segundo a sua versão, Carmem havia lhe trocado por um milionário (Dr. Paulo Garcia), devido à sua pobreza... Mas as coisas não eram bem assim.

Ele havia ajeitado as coisas para dar um golpe em tal milionário e no fim de tudo ficar rico e com Carmem.

Sob as ameaças de Afonso (que nem era casado com ela legalmente), Carmem começou a dar bola para o tal Dr. Paulo Garcia. Porém, os dois se apaixonaram de verdade! (E Afonso ficou na mão). E para completar o seu azar, Carmem tinha sua filha no ventre: Bruna Maria (que tanto o entristeceu durante anos). Pois Bruna cresceu sem saber quem seria o seu pai verdadeiro, porque sua mãe lhe escondeu a verdade, com sua versão, dizendo:

- Seu pai, minha filha, faleceu ao reagir a um assalto.

(Falava e depois caía em pranto)

Quando descobriu quem era seu pai: Bruna chorava felicíssima! Acreditava em toda a versão do seu pai, adorando-o (sem ter como conferir a verdade).

Bruna não estava preocupada com nenhum detalhe. O detalhe bom mesmo para ela era a grande descoberta de encontrar o Sr. Afonso ao saber do acidente do avião que houve numa viagem que faziam a Lisboa (Portugal), em que vieram então a falecer.

Aproveitou-se então dessa situação para se aproximar, até conseguir o que queria: estar ao lado de sua filha (e posteriormente, com sua sensibilidade, a posse de alguns bens).

Entremeio tantas cenas, algumas são pouco notáveis..., mas outras, engraçadíssimas, como o caso de Tiãozinho, o vice-prefeito de Alma-de-fogo, sujeito excêntrico e falador (o gougre loquaz).

Tiãozinho só usa roupas extravagantes, mas ele mesmo diz:

- São todas antigas, mas bem originais! (Capítulo XVIII)

Tantas cenas... que seria impossível expressá-las em um tão restrito prefácio. Mas os seus próprios olhos verão essa imensa tela ou palco as cenas suaves e dramáticas!

Um romance pode se tornar às vezes uma novela, um filme ou uma peça de teatro. Espelho de sol é um pouco de tudo isso...

No final deste romance você encontrar um filme, que é feito pela produtora de Fábio e Bruna: O Jamaçu (de: Bidd-Arabin).

Esse filme é uma lenda com mistura do realismo que, com grandes emoções, narra à linda história de um menino de apenas 12 anos encantado pela magia da flor roxa do Jamaçu. Ele se tornara poderoso pelos enigmas do Jamaçu.

O Jamaçu é uma flor roxa que nascera junto às águas de um pobre riozinho na Ilha dos Arabins, a qual Bidd já estava à procura há tempos (por conhecer bem a sua história).

Bidd-Arabin (Chefe-Selvagem) achava-se merecedor de obter o tal poder daquela flor roxa. Mas as coisas não foram como pensava. A tal sorte coube ao menino Rhoy, que sobrevoava felicíssimo a ilha com seus pais (Stevan Sabah e Ruth Alisa) naquela linda manhã de sol.

Porém, caindo aquele avião branco com listas vermelhas, Stevan e Ruth ficaram desacordados.

Rhoy, ainda em si, fora se arrastando até as águas, e mal tinha força para rolar as pedrinhas; e tomou ali, um pouquinho... molhou o seu rosto e esbarrou na flor... Quando então se irradiou um grande clarão (transfigurando-o).

O menino, pasmado, caminhou até os pais e tocou neles, quando lhes voltou então o fôlego de vida! Pasmados entre si, disseram:

- Rhoy tem poder?

- Sim, meus pais! Agora eu sou Rhoy do Jamaçu, porque recebi o poder da flor roxa do Jamaçu.

- Jamaçu, Rhoy.

O Jamaçu é um filme belíssimo! Constituído de lazer, de encantos e da dramática história de Susi Dumont (a cantora da Ilha de Thurui).

- Tenho por certo que você gostará de ambos os enredos justapostos nesta história, formalizando o eficaz significado deste romance: Espelhos de sol.

Selos de reconhecimento

Ebook (epub)
R$ 33,37

Tema: Romance, Clássicos, Aventura, Literatura Nacional, Ficção, Didáticos Palavras-chave: cabralverissimo, ebook, espelhosdesol, literaturabrasileira, romance

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.