Agbook

CODIGO HAMURABI COM ANOTAÇÕES

Esta página foi vista 38 vezes desde 13/09/2019

DIREITO ANTIGO

Por: Escriba de Cristo

Hamurabi, rei da Babilônia (1792-1750 ou 1730-1685 a. C.), criador do império babilônico. Nome amorreu comum, do início do segundo milênio a.C. Pelo menos dois reis de Yamhad (Alepo) e um governante de Qurda tinham esse nome, Mas seu mais famoso portador foi o sexo governante da Primeira Dinastia da Babilônia que reinou por volra de 1792 a 1750 a.C. O rei Anrafael, de Sinar, citado na Bíblia (Gênesis 14.1) é o suposto nome de Hamurabi, que em amorreu é “AMUD-PI-EL”, encontrado em Mari em aproximadamente 1750. A.C. Por volta de eu trigésimo oitavo ano, Hamurabi havia derrotado seu rival Rim-Sin de Larsa, as tribos dos Gutianos e Eshnuna que viviam nas montanhas, e capturado Mari, no Médio Eufrates, a partir de Zimri-Lim. Dessa maneira, havia conquistado um império cuja área nunca foi excedida por nenhum rei da Babilônia, a não ser na época de Nabucodonosor II (605-562 a.C.). (6).

O seu código é uma das leis mais antigas da humanidade e está gravado em uma estela cilíndrica de diorito*, descoberta em Susa e conservada no Louvre. Segundo o historiador Stephen Bertman, Hamurabi foi o sexto rei da dinastia dos amorreus, que subiu ao trono da Babilônia em 1792 a.C. Hamurabi era um administrador capaz, um diplomata hábil, e imperialista prudente, paciente na realização de seus objetivos. Ao assumir o trono, ele emitiu uma proclamação perdoando dívidas das pessoas e durante os primeiros cinco anos de seu reinado reforçou ainda mais a sua popularidade por patrocinar piamente reformas nos santuários dos deuses, especialmente Marduk, patrono de Babilônia. Em seguida, com o seu poder já assegurado e com forças militares preparadas, ele começou uma série de campanhas contra Estados rivais para o sul e leste expandindo seu território em cinco anos.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 36,68

Ebook (epub)
R$ 13,99

Tema: Processo Penal, Direito Civil, Direito, Crítica Literária Palavras-chave: babilÔnia, de, direito, escravidÃo, hamurabi, morte, pena

Características

Número de páginas: 140
Edição: 2(2019)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-16-923-6819-7
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.



Personalizar acabamento
Para comprar cópias com opções de acabamento diferentes entre si, é necessário adicionar uma versão de cada vez ao carrinho.

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.