Agbook

UMA PALAVRA DE DESPEDIDA, APENAS

Conto

Por: DONATO RAMOS

Fui eu quem faltou. Eu te disse que o amanhã seria de nós dois. Mas, na realidade, fugi, afastei-me, deixei-te só. E, hoje, quando o amanhã de ontem chegou, tu te vês de mãos e alma vazias. Tens direito ao amanhã que te neguei. É, pois, justo que brades, para que chegue aos meus ouvidos, que devo devolver-te o teu amanhã. Pode, também, dar-se que o protesto, a queixa, a lamentação sejam sociais, de todo um grupo, de toda uma comunidade.

Por exemplo, de toda uma geração, a geração do futuro, a geração do amanhã, quando o amanhã chegar. Então, ela interpelará a geração anterior, - a nossa – já tendo passado, ou em vias de passar, e o fará em termos enérgicos, com a execração do brado pessoal ou com a condenação da História...

Onde está o amanhã que terias a obrigação de transmitir-me, tu geração maldita?

Impresso
R$ 35,82

Ebook (PDF)
R$ 17,22

Tema: Literatura Nacional, Não Ficção Palavras-chave: amor, desamor...

Características

Número de páginas: 67
Edição: 1(2010)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.