Agbook

CÉSAR

Por: ADEILSON NOGUEIRA

As grandes e excepcionais qualidades de César dão-lhe direito a um dos primeiros lugares entre os homens superiores, que a história oferece à contemplação e ao estudo da humanidade. Ele foi talvez o único homem, que fez sempre o que pretendeu e chegou onde quis. Para ser um vulto luminoso e um exemplo edificativo às gerações, que lhe têm sucedido, bastava que houvesse aplicado as suas raras e variadas aptidões em firmar a liberdade e restaurar a ordem moral na República Romana; mas a ambição desregrada e insaciável, que lhe devorava as forças da vida, varreu-lhe da alma a crença e a fé na verdade, de modo que ele próprio quebrou o pedestal em que podia ter-se colocado perante a posteridade, indo assim nivelar-se a Alexandre e outros, para os quais a sorte da pátria tem importância muito secundária. César, senhor de Roma e dos romanos, isto é, do mundo conhecido, não encontrando resistências, que lhe embaraçassem os passos, dispondo de todos os elementos possíveis de força, não regenerou a República, firmando-a em bases largas e sólidas, ou não fundou uma monarquia liberal e moderada, porque não quis. Que imenso e glorioso destino nas trevas. César, amesquinhando seu gênio, preferiu lançar os fundos e largos alicerces desse edifício monstruoso, que a sagacidade e a astúcia de Augusto concluíram e onde alguns anos mais tarde, surgiram as figuras sinistras e tenebrosas de Tibério, Calígula, Nero e tantos outros, que foram flagelos da humanidade, e cuja história, ainda hoje, horroriza os que a leem.

A política sempre foi e será a ciência que todos devem cultivar com sacrifício próprio para a felicidade moral, intelectual e material da comunhão. Sua base é a moralidade. A política de improbidade, por mais brilhante que possa ser na aparência, produz sempre a ruína das nações. Foi essa política a que fez César. Foi ela que o tornou, perante a posteridade réu de um crime imperdoável, que atrasou, por muitos séculos, a marcha da humanidade no caminho do progresso, que pela Providência lhe é traçado. A história desse homem, grande em tudo, é um ensinamento constante para os homens públicos. Os punhais dos conjurados varreram-no da face da terra, mas não resolveram nenhuma das dificuldades políticas e sociais, que assombravam Roma, antes as agravaram. É que os problemas políticos e sociais nunca encontram solução na lâmina do punhal ou na ponta da espada. A força pode destruir, mas não consegue construir coisa alguma que dure.

Impresso
R$ 47,00

Ebook (epub)
R$ 22,60

Tema: Itália, Histórico, Antigo, Geografia E Historia, Educação, Biografia Palavras-chave: césar, história, império, júlio, romano

Características

Número de páginas: 124
Edição: 2(2020)
Formato: A4 210x297
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.



Personalizar acabamento
Para comprar cópias com opções de acabamento diferentes entre si, é necessário adicionar uma versão de cada vez ao carrinho.

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.