Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

MEDITAÇÕES

Por: ADEILSON NOGUEIRA

A alma existe, e está sempre enfrentando o mar, sempre na presença de uma noite eterna.

Ele amou talvez, com certeza, sofreu...

Mais de uma vez somos a causa do sofrimento, assim como cada ser é a causa do sofrimento sobre si...

Causamos sofrimento porque estamos em um mundo onde tudo é mantido unido por fios invisíveis, em um mundo onde ninguém está sozinho, e onde o mais gentil gesto de amor ou bondade pode tantas vezes ferir a inocência ao nosso lado.

Somos avarentos de coisas imortais. Por que temos tanto medo de esgotar o céu dentro de nós? Não nos atrevemos a agir sobre o sussurro do Deus que nos inspira. Temos medo de tudo que não pode ser explicado por palavras ou gestos; e fechamos nossos olhos para tudo o que fazemos, apesar de tudo, no império onde as explicações são vãs...

Certo é que, desde o dia do nosso nascimento até o dia da nossa morte, nunca emergimos desta região claramente definida, mas vagamos em Deus como caminhantes impotentes, ou como os cegos que buscam desesperadamente o próprio templo no qual eles caminham.

Deveríamos cultivar o silêncio entre nós, pois é só por um instante que as flores eternas revelam suas pétalas, as misteriosas flores cuja forma e cor estão sempre mudando em harmonia com o alma que está ao seu lado.

Como o ouro e a prata são pesados em água pura, também a alma testa seu peso em silêncio, e as palavras que deixamos cair não têm nenhum significado além do silêncio que as envolve. Se eu disser a alguém que a amo, como já contei a centenas de outras pessoas, minhas palavras não transmitirão nada a ela; mas o silêncio que se seguirá, se de fato amo, deixará claro em que profundidade se encontram as raízes do meu amor e, por sua vez, dará à luz uma convicção, que em si mesma silenciará; e no curso de uma vida, esse silêncio e essa convicção nunca mais serão os mesmos...

Os outros grandes silêncios, os da morte, do pesar ou do destino, não nos pertencem. Eles vêm em nossa direção em hora própria, seguindo a trilha dos acontecimentos, e aqueles que eles não encontram não precisam se recriminar. Mas todos nós podemos ir ao encontro do silêncio do amor.

Impresso
R$ 52,08

Ebook (epub)
R$ 33,37

Tema: Relacionamento Conjugal, Mensagens, Jovens e Adolescentes Palavras-chave: amor, deus, homem, meditações, morte, reflexões, solidão, tempo

Características

Número de páginas: 53
Edição: 2(2020)
Formato: A4 210x297
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.



Personalizar acabamento
Para comprar cópias com opções de acabamento diferentes entre si, é necessário adicionar uma versão de cada vez ao carrinho.

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.