Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

O Artista

Por: Alexo CamaraTTe

A vaidade e prepotência de um artista intuitivo versus sua genialidade vanguardista. A incompreensão de uma arte à frente do seu tempo. Uma vida de caminhos tortuosos, com a missão de superar a barreira intransponível do sonho em busca do reconhecimento.

A trajetória de um artista genial e de suas relações humanas, marcadas pela sua inabilidade de relacionar-se, é a fonte de inspiração da sua obra.

Assim caminha “O Artista”, de coração aberto, ousado, transgressor, inovador, criticado, invejado, odiado e amado, numa estrada de angústia e sofrimento, norteada pelo aprendizado da delicadeza no exercício marginal de sua arte.

A paixão do protagonista pela vida, vivida com intensidade, implica desilusões que alimentam sua maturidade artística e sua natural vocação para o novo.

Os pecados capitais são originados de sua liberdade de expressão, que ultrapassa o limiar do politicamente correto, proibindo o proibir.

As convicções de um artista inquieto, produtivo e rejeitado, que financia a sua visibilidade. A generosidade que habita seu coração não dá importância ao veredicto da ignorância.

Seu passeio polêmico pelas sete artes agride e choca a sociedade, atraindo a rejeição da classe artística e dos críticos de

arte. Eles menosprezam um artista que, denominado “O Maldito”, confirma, a cada nova produção, o título que mascara sua proposta original de fazer arte e a incompreensão do mercado cultural.

A solidão na multidão do criador que vive e respira as contradições da vida em tudo, para tudo e por tudo.

O poder do seu capital insiste em financiar a aceitação de sua independência artística. Viaja por investimentos que fracassam por falta de público e críticas desfavoráveis, as quais dão lugar a uma cobertura da mídia, escandalizada, e que testemunham a sua dilapidação na busca do objetivo de alcançar o sucesso.

O exílio social de um ex-bilionário, que fecha todas as suas portas para o mundo, obcecado pelo desejo de ver sua arte reconhecida, e experimenta a indiferença, o desprezo e as situações geradas pela ausência do vil metal.

Sua crença na arte e a disponibilidade inata da sua labuta em conflito com os interesses mercadológicos. Interesses que deveriam ter o dever da renovação, através do fomento de novas linguagens que expressem sentimentos e concepções que serão aceitas e solidificadas pela evolução da humanidade, é fato.

Sua passagem pela vida é uma constante esperança de ressurreição, na espera da compreensão de sua arte, traduzida em aplausos a lhe sensibilizarem a alma, abrindo as portas do cárcere interior.

A agonia e ansiedade de um sonhador que produz arte, com a emoção da razão e a razão da emoção de ser “O Artista”.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 113,48

Ebook (PDF)
R$ 21,53

Tema: Ficção e Romance, Entretenimento Palavras-chave: amor, artes, família, literatura, poder, romance, sexo, sucesso, traição

Características

Número de páginas: 253
Edição: 3(2020)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-85-641-1900-0
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Capa dura
Tipo de papel: Couche 90g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.