Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

Diário de uma professora feliz

Esta página foi vista 29 vezes desde 28/10/2020

O aluno desarrumado e outras histórias

Por: Ynah de Souza Nascimento

Para um leitor desavisado, o “Diário de uma professora feliz” pode parecer um texto ficcional. Afinal, quem pode imaginar que Roberto Carlos alguma vez tenha atrapalhado alguma prova de português, ou que uma professora pode ter sido guerrilheira de giz escolar... Ou que uma professora foi criticada por uma colega porque desenvolvia um projeto de teatro na Escola Caetano Belloni (São João de Meriti) e “trabalhava de graça” para o Estado. Entretanto, o diário é real e reúne textos publicados ao longo da trajetória de professora Ynah, uma professora carioca que foi morar em Recife e lá ficou, como professora de língua portuguesa do Colégio de Aplicação da UFPE. O leitor poderá conhecer os bastidores do concurso público de seleção em 1984, que Ynah fez com sua filha recém-nascida e prematura – Rachel – no bebê-conforto, encarando mais de 30 candidatos e ficando com a única vaga disponível. Poderá acompanhar situações vividas ao longo dos dezenove anos em que a professora atuou em sala de aula, em orientação de estagiários e cursos de formação continuada de professores. Isso sem falar na grande aventura acadêmica que Ynah viveu na sua pesquisa para o Mestrado em Língua Portuguesa na UFPB: Escrita escolar e processador de textos. Por que aventura? Imagine alguém em 1998/1999, em época anterior à chegada do Windows e da Internet, pesquisando sobre o uso do processador de textos nas aulas de redação. Mas as experiências arrojadas não se encerraram com a aposentadoria. Depois dela, Ynah resolveu concretizar outros sonhos. O primeiro deles foi fazer parte da equipe de produção de conteúdo de uma coleção de livros didáticos de língua portuguesa (“Pensar e Viver”, Ed. Ática). O segundo, ser aluna especial na Unicamp, almoçar de “bandejão”, e morar em um quarto-banheiro de uma pousada em Barão Geraldo. Experiências que geraram textos do livro como “Ambulo, ergo sum”. Nos últimos textos do “Diário de uma professora feliz”, o leitor vai encontrar a professora vivendo intensamente a experiência de ser avó do Bernardo e voltar ao mundo acadêmico como Doutoranda de Educação da UFPE.

Selos de reconhecimento

Ebook (PDF)
R$ 19,90

Tema: Educadores, Educação, Biografia Palavras-chave: aplicação, colégio, continuada, crônicas, da, de, docente, ensino, formação, língua, memórias, pedagogia, portuguesa, professores, ufpe, vida

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.